alexametrics
26.05.2011 | 11h11


CIDADES

Médica do SUS dá receita em tira de papel rasgado; farmácia não aceita

MAYARA MICHELS   17h45
DA REDAÇÃO

A confeiteira Carmem Aparecida Ruocco denunciou ao RepórterMT que foi atendida precariamente no Posto de Saúde da Família (PSF), do Bairro Ouro Fino. Por falta de receituário, a médica Laryssa Brito Morares, providenciou uma receita manuscrita em uma tira rasgada. Ao tentar retirar o remédio na Farmácia Popular, foi comunicada pelo farmacêutico que a receita não é valida. A paciente teria que voltar no Posto de Saúde e pedir uma nova, em papel adequado e timbrado. 

Para a confeiteira foi um susto receber a receita em um pedaço de papel rasgado, porém, a médica teria garantido a validade. "Na Farmácia Popular fui impedida de receber os medicamentos. É uma falta de respeito com as pessoas, não vai adiantar eu voltar no posto, eles estão sem receituário, mas preciso tomar o remédio com urgência", reclama. 

O RepórterMT entrou em contato com o Posto de Saúde e confirmou que não há receituários. E não é só isso, faltam ainda lâminas de coleta para exames, além de ofícios de encaminhamentos para exames da Secretária de Saúde. "Não podemos deixar de atender os pacientes e como não estamos recebendo alguns materiais de trabalho, precisamos dar um jeito para o paciente não ficar sem o seu remédio", afirmou o coordenador do posto Valdecino Santos.

Segundo o presidente do Sindicato dos Médicos de Mato Grosso, Edinaldo Lemos, não é errado o médico emitir a receita em um pedaço de papel. Desde que contenham o nome por extenso do paciente, os remédios detalhados, carimbo com o CRM e assinatura do médico. "O médico não pode deixar de medicar o paciente por falta de um papel timbrado. E os farmacêuticos estão cientes que podem sim receber uma receita deste tipo", afirmou.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Secretaria de Municipal de Saúde, disse que ocorreu um problema na gráfica que imprime os receituários. Entretanto, não há prazo para o problema ser resolvido e para novas lâminas serem adquiridas.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime