alexametrics
03.05.2011 | 13h11


CIDADES

Locatelli acusa Casa Civil de prevaricar sobre "Máfia das Indústrias"

MAYARA MICHELS  10h32
DA REDAÇÃO

O revendedor e presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo), Aldo Locatelli, disse que o sindicato não confia mais no Estado, devido às falhas cometidas pela Casa Civil. "Temos muitos documentos que provam sonegações em postos. Entregamos alguns dossiês para a Delegacia Fazendária de Combustível (instalada dentro da Casa Civil), investigar os casos, porém a investigação não ocorreu, pois os responsáveis foram até os acusados e entregaram os dossiês", disse indignado o presidente.

Depois disso, os supostos acusados foram até o sindicato tirar satisfações sobre as denúncias feitas para a delegacia. "Temos muitas provas, pedimos para abrir esta delegacia apenas para encaminhar os processos para que investigassem. O engraçado é que eles não investigaram e ainda colocaram agente em saia justa. Cansamos disso, não contamos com eles mais", explicou Locatelli.

Como revendedor, Locatelli afirmou que o aumento está vindo da máfia das indústrias. "Tenho vários postos e distribuidoras, e mesmo assim eu não compro combustível da minha distribuidora porque é muito caro, prefiro comprar de outras mais baratas que provavelmente sonegam imposto, porque não há outra resposta", explicou.

Ainda segundo o presidente o governo tomou uma ótima medida provisória que visa reduzir os valores do combustível, e a mistura mínima de álcool na gasolina, de 20% para 18%. A medida dá à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) tem o poder de regular a produção, a importação, a exportação, a estocagem e a venda do etanol e de outros biocombustíveis.

"Com essa medida os preços irão melhorar nas distribuidoras e nas bombas e a tendência é só abaixar, porém os usineiros já estão chiando, pois terão que diminuir os valores. Nesta semana eles até estão se mobilizando para fazer um protesto em Brasília", contou.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime