alexametrics
09.07.2011 | 03h25


CIDADES

Investigação que apura motivo de queda de torre está suspensa

MAYARA MICHELS     3h00
DA REDAÇÃO

Depos de quase três meses da queda da torre da TV Rondon (SBT), em Cuiabá, que matou uma pessoa e deixou outra gravemente ferida, as investigações ainda se arrastam. A polícia ainda não tem elementos para apontar o motivo do acidente. As investigações estão suspensas e a delegada que investiga o episódio, Maria Antônia Soares, pediu a prorrogação do prazo.

A delegada tirou férias e deve voltar ao trabalho no começo de agosto. Além disso, todas as investigações da Polícia Civil estão suspensas devido à greve dos investigadores e escrivães.

Tragédia

O vendaval que ocorreu na tarde do último dia 15 de abril derrubou a torre da TV em cima de um caminhão de entregas da loja Duzi Móveis e matou, na hora,  o montador de móveis, Volnei Cabreira, de 26 anos. Ele deixou a esposa grávida de 6 meses.

Já o motorista Durval Ferreira da Silva, de 44, ficou internado em estado grave por mais de um mês no Hospital São Mateus e liberado na noite desta quinta-feira no dia 9 de junho. Durval continua fazendo tratamento em sua residência. Ele teve lesão grave nas pernas e faz sessões de fisioterapia para recuperar os movimentos. Ele ainda não pode andar.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime