alexametrics
21.09.2011 | 15h48


CIDADES

Hospitais recusam atendimento aos usuários do MT Saúde

FERNANDA LEITE     09h30
DA REDAÇÃO

Ainda não se sabe de quem é a culpa pelo não pagamento dos prestadores de serviços do MT Saúde. O motivo faz com que muitos hospitais e clínicas se recusem atender os usuários desse plano. As informações são do deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB), que foi procurado por vários prestadores de serviços do MT Saúde.

Segundo informações do deputado estadual, alguns estabelecimentos de saúde não estão aceitando os usuários do plano devido à insegurança do não pagamento dos serviços.

"Eu não posso afirmar se o problema é de transição, ou se a empresa que administra o plano não está repassando o recurso, ou se o estado não está recolhendo os valores referentes aos pagamentos dos servidores", disse o deputado estadual, que já avisou ao chefe do Executivo sobre as pendências referentes ao não pagamento dos serviços.

O parlamentar disse que em breve o secretário de Administração do Estado, Cezar Zílio, marcará uma reunião para descobrir onde está acontecendo o suposto "desfalque". "Já fomos surpreendidos com diversos problemas relacionados ao MT Saúde até mesmo quando houve a troca de empresa que administra o plano que mudou da noite para o dia. Temos que verificar as faturas que estão abertas", disse o parlamentar.

O deputado Aray Fonseca (PTB), em tribuna, aponta que os gastos do MT Saúde são de R$ 95 milhões, sendo que somente R$ 32 milhões são subsidiados pelo Estado, o restante é recolhido dos servidores.

Outra denúncia apontada pelo deputado tucano é que o governo está impedindo novas adesões ao MT Saúde.

No Diário Oficial de ontem (20), o Governo do Estado publicou a anulação do processo licitatório e o contrato com a empresa Connectmed CRC, Consultoria, Administração e Tecnologia em Saúde, que gerenciava. As informações são que esta mesma,  não estava cumprindo o seu papel.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime