03.06.2011 | 20h40


CIDADES

Garoto atropelado morre com parada respiratória

LARISSA MALHEIROS 15h37
DA REDAÇÃO

O garoto Marcelo Arruda da Silva, que completaria 11 anos neste sábado (04), morreu às 10h40 desta sexta-feira (03), de parada cardiorespiratória. Ele foi atropelado por um carro no último sábado, na porta de sua residência, no bairro Jardim Padre, em Cáceres.

O garoto chegou a ter as duas pernas amputadas e suspeita de morte encefálica. Posteriormente evoluiu para um estado extremamente grave e algumas paradas cardiorespiratórias.

Marcelo foi atropelado por Sandra Gisele Tomaz, 34 anos, que teria perdido o controle do carro e invadido a casa do garoto, que estava sentado na porta da residência, local atingido.

O carro dirigido por Sandra era um Gol placas CTO - 9694 de Sumaré (SP), que só não invadiu toda a casa por ter ficado preso na fiação de energia. Além de não ser habilitada,  a mulher é suspeita de dirigir embriagada.

Neste momento o delegado, Roger Alessandro Jarbas, do Centro Integrado Segurança e Cidadania de Cáceres (Cisc), está interrogando Sandra, que pode receber mandado de prisão a qualquer momento. Mais informações em instantes.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO