alexametrics
19.09.2011 | 10h29


CIDADES

Gabriel Novis Neves: "Transporte Coletivo"

GABRIEL NOVIS NEVES   9h30

Durante os últimos anos, o governo do Estado inventou um programinha de final de semana chamado de Estradeiro. Havia até lobista para conseguir um convite para essas caravanas.

O governo do continuísmo prossegue com as excursões de fim de semana, mas mudou o nome para Rota de Integração. A caravana sempre parte de Cuiabá e percorre vários municípios. O retorno não tinha a disciplina da saída. Muitos dos convidados ficam em seus municípios.

Foi o início do governo de quebra de paradigmas, onde, com uma cajadada matavam-se dois coelhos. Os participantes inspecionavam as estradas que serviam ao Estado e aos seus negócios.

Temos na região metropolitana de Cuiabá sérios problemas de transportes, principalmente entre Cuiabá e Várzea Grande. Como exemplo, cito a linha de ônibus 08 intermunicipal, que liga Várzea Grande a Cuiabá, via ponte Mário Andreazza. Até as 18h30m os ônibus trafegam dentro daquela pontualidade que conhecemos e suportamos. Após esse horário, a situação do usuário dessa linha, especialmente daqueles que saem de Várzea Grande para trabalharem em Cuiabá, é simplesmente uma aventura.

Primeiro de paciência, para suportar atrasos injustificáveis de até três horas. Segundo, o risco de vida que correm com os frequentes assaltos sofridos. A empresa que explora essa linha de transporte coletivo tem maltratado, e muito, os trabalhadores que moram na Cidade Industrial e precisam trabalhar à noite em Cuiabá.

O poder público, como na maioria das vezes, faz vistas grossas ao recolhimento precoce dos ônibus, fazendo lembrar um personagem do Chico Anísio que dizia: "Eu quero que o povo se exploda" e a canção do Juca Chaves - "Caixinha, obrigado".

A população das duas cidades mais populosas de Mato Grosso não tem a quem reclamar. É difícil saber neste instante quem é o prefeito da cidade do outro lado do Rio Cuiabá. Ninguém sabe, ninguém viu.

Na capital eterna de Mato Grosso, o prefeito é conhecido como PAC-I e PAC-II. Todas as dificuldades que esta cidade, quase morta, apresenta, diz que serão resolvidas pelos irmãos PACs.

De concreto, o que existe é uma inseminação dos nossos quase tricentenários problemas para um doente que se finge de saudável, que é o governo do Estado - governado hoje por uma grande comissão de ilustres líderes, e até por assessores.

A sugestão dos usuários da linha 08, que liga as duas grandes cidades, é que o senhor governador do Estado programe, com a máxima urgência, um novo percurso para a Rota de Integração, saindo de Várzea Grande, após as 18h, em direção à ex- Cidade Verde.

Seria matéria para o Fantástico, pela audácia e inovação, e como publicidade para a Copa em Cuiabá.

Gabriel Novis Neves

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime