27.01.2011 | 09h42


CIDADES

Estão abertas as inscrições para Juiz do Trabalho Substituto

DA REDAÇÃO     08h50

 

Estarão abertas até o dia 18 de fevereiro as inscrições para um novo Concurso Público para Juiz do Trabalho Substituto do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Mato Grosso. A taxa de inscrição é de R$ 109,00 e deve ser recolhida no Banco do Brasil por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU). As inscrições poderão ser feitas na sede do Tribunal, Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 3.355, em Cuiabá, das 7h30 às 14h30. Os pedidos de isenção devem ser feitos até amanhã, dia 28 de janeiro.

A remuneração para o cargo de juiz do Trabalho Substituto é de R$ 21.766,15. Este concurso destina-se ao provimento imediato de um cargo de juiz e de outros que vierem a vagar ou forem criados durante o seu prazo de validade. Atualmente tramitam no Congresso Nacional dois projetos de lei (PLs 5549/2009 e 7621/2010) que preveem a criação de outros 17 cargos de juízes substitutos na Justiça do Trabalho em Mato Grosso.

A primeira prova está prevista para os dias 16 e 17 de abril. Em 29 de maio será a vez da prova escrita discursiva e, em 24 de julho, a prova de sentença. Os aprovados nessas etapas farão, então, no dia 29 de setembro a prova oral. Este será o 17º Concurso para Juiz realizado pelo TRT mato-grossense em seus 18 anos de existência. O certame mais recente foi concluído em meados de dezembro, sendo que a posse de três aprovados foi realizada no último dia 10.

O calendário e todos os detalhes do concurso podem ser conferidos no edital completo que está disponível no banner localizado à direita da página do TRT/MT na internet. Outras informações podem ser obtidas na Secretaria da Comissão do Concurso pelo telefone (65)3648-4362.

(Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social/Aline Cubas)

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO