alexametrics
09.02.2011 | 18h10


CIDADES

Estado: Programa Bolsa Formação abre período de inscrições

DA REDAÇÃO 18h00

Profissionais da Segurança Pública do Estado já podem se inscrever no Programa Bolsa Formação do Ministério da Justiça. Para este ano o programa traz novas regras e diretrizes instituídas pela portaria nº 109 publicada na última sexta-feira (04.02). O prazo para solicitação de Bolsa Formação será até o dia 27 deste mês. Instituído pelo Governo Federal o Bolsa Formação é um programa de transferência direta de renda que beneficia e incentiva a qualificação dos profissionais de Segurança Pública e Justiça Criminal.

Para se inscrever o profissional deve ter uma remuneração bruta de até R$ 1.700 e não pode ter condenação penal ou condenação administrativa grave nos últimos cinco anos e também ter participado e aprovado em pelo menos um curso oferecido no Programa de Ensino à Distancia (EAD).

Podem participar do Bolsa Formação policiais militares, civis, bombeiros, agentes penitenciários, peritos e guardas municipais. O projeto oferece aos profissionais de Segurança Pública uma bolsa com o valor mensal de R$ 443,00. As inscrições podem ser feitas no site do Ministério da Justiça (http://portal.mj.gov.br/data/Pages/MJB714FB02PTBRIE.htm).

Para evitar erros na aprovação da inscrição, o profissional deve repassar informações precisas, a fim de não prejudicar o cadastramento no projeto.

Os documentos que devem ser fornecidos no ato da inscrição são os seguintes: holerite de 2011, certidão negativa de infração administrativa dos últimos cinco anos, certidão criminal negativa da Justiça Comum dos últimos cinco anos e certidão negativa da Justiça Federal dos últimos cinco anos. Os profissionais militares ainda devem apresentar certidão negativa da Justiça Militar.

Para este ano o Programa oferece um total de 57 cursos todos na área de segurança pública, com carga horária entre 40 a 60 horas. Para dar suporte aos profissionais que não possui acesso a internet, Mato Grosso conta com oito telecentros sendo três na capital, no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), Academia de Polícia Civil (Acadepol) e na sede da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e os demais nos municípios de Tangará da Serra, Cáceres, Barra do Garças, Sinop e Rondonópolis.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime