14.07.2020 | 09h59


CIDADES / OMISSÃO DE SOCORRO

Esposa de ex-deputado é indiciada por matar criança de 3 anos atropelada

A blogueira Lidane Campos, casada com o Adilton Sachetti, foi indiciada pela morte de Daniel Augusto da Silva, de 3 anos. Foi descartada a embriaguez ao volante


DA REDACÃO

A esposa do ex-deputado federal Adilton Sachetti (PRB), a blogueira Lidane Campos, foi indiciada pela morte do menino Daniel Augusto da Silva, de 3 anos. Ela atropelou a criança junto com o pai e a mãe, no dia 11 de agosto de 2019, em Rondonópolis. Segundo a Polícia Judiciária Civil (PJC), a tese de embriaguez não foi comprovada durante as investigações. Lidiane foi indiciada por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e omissão de socorro já que ela fugiu da cena do crime. 

A delegada Ludmila Vendramel concluiu há 15 dias o inquérito e encaminhou ao Poder Judiciário, e o documento já está em posse do Ministério Público de Mato Grosso.

A análise do indiciamento está sendo feita pelo promotor Fabio Paulo da Costa Latorraca, da 3ª Promotoria de Justiça Criminal de Rondonópolis. O processo sobre o caso tramita na 3ª Vara Criminal da cidade desde setembro de 2019.  Constam como vítimas Daniel, seu  pai Marcos Souza da Costa e a mãe  Dayane Palmeiras dos Santos.

Relembre o caso

O acidente, conforme boletim de ocorrência, aconteceu por volta das 18h40, no cruzamento da rua XV de Novembro com a avenida Tiradentes, região central de Rondonópolis. 

A blogueira teria fugido do local do acidente e abandonado o carro algumas quadras depois. O veículo foi apreendido e encaminhado para a delegacia.

O casal que estava em uma moto foi socorrido por populares e encaminhado para uma unidade de saúde. O filho morreu ainda no local. 

Na época, o advogado de Lidiane disse ao que ela não fugiu e sim foi perseguida por populares.  “Ela alegou que o fato fuga não ocorreu. Disse que perdeu o controle do veículo e deu seguimento para a direção em que estava. Logo na sequência uma série de populares foi atrás dela, que estava desnorteada, atordoada e muito nervosa com o episódio. Lidiane foi parada por esses populares e essa pessoa desconhecida optou por retirar ela do local”, explicou.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

joana  14.07.20 21h30
parabens! agora como anda o caso da medica que atropelou o verdureiro?

Responder

0
0

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO