14.07.2011 | 10h26


CIDADES

Escrivães e investigadores decidem trabalhar por dois dias

FERNANDA LEITE  18h00
DA REDAÇÃO

Os investigadores e escrivães da Polícia Judiciária Civil de MT decidiram retornar ao trabalho após diversas conversações com o executivo estadual. De acordo com Sindicato dos Investigadores (Siagespoc), a greve está temporariamente suspensa até sexta-feira (15), o motivo seria por causa de uma audiência marcada com o governador Silval Barbosa (PMDB) que receberá a categoria.

Segundo o sindicato, as reivindicações foram passadas para os secretários José Lacerda, Cesar Zílio e o deputado federal Carlos Bezerra, na última terça-feira (12). Ficou definido, que as propostas seriam entregues ao governador, para que a categoria encerrasse a greve. A volta aos trabalhos foi definida em uma assembleia no sindicato hoje (13).

A categoria reivindica reajuste salarial para R$ 3.500, no início da carreira. Atualmente, o salário inicial para policial Classe A, nível 1, é de R$ 2.365.

Caso a solicitação não seja aceita, os agentes retomam a greve por tempo indeterminado. A polícia civil volta a funcionar normalmente a partir de hoje ás 8h da manhã, em todo estado.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO