16.04.2020 | 17h05


CIDADES / VEJA FOTOS

Empresários enfrentam crise e funcionários perdem empregos em MT; grupo faz carreata em protesto

Pelo menos 300 veículos saíram da Praça Padre João Salarini realizando um buzinaço pela cidade Sinop; trabalhadores pedem reabertura do comércio.


DA REDAÇÃO

Um grupo de apoiadores da reabertura das atividades comerciais fez uma carreata, na tarde desta quinta-feira (16), em Sinop (500 km de Cuiabá). Cerca de 300 veículos com empresários e funcionários de diversos setores, saíram da Praça Padre João Salarini realizando um buzinaço pela cidade.

Os estabelecimentos foram fechados por uma determinação judicial que visa à prevenção contra o novo coronavírus, acatada pela Prefeitura do Município. Segundo o Executivo, a cidade tem 900 comércios de grande, médio e pequeno porte, e conforme determinação as empresas só podem funcionar em sistema de delivery.

A intenção do grupo é sensibilizar as autoridades para que sejam flexíveis e determinem a reabertura do comércio seguindo as medidas protetivas necessárias.  Os comerciantes argumentam que enfrentam uma crise e os funcionários estão perdendo os seus empregos.

A carreata percorreu diversas ruas de Sinop e terminou no cruzamento com a BR-163.

A carreata iniciou na Praça padre João Salarini, na Catedral, e o objetivo era percorrer a Avenida Júlio Campos, até a Jacarandás, depois os participantes seguem em direção a Embaúbas, até o ponto do cruzamento com a Itaúbas e em seguida percorrem a Tarumãs, finalizando o manifesto no cruzamento com a BR-163.

*Com informações Só Notícias











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Marcio  16.04.20 22h29
Pq não fazem passeata?? De carro é fácil!! Bem capaz colocar os funcionários!

Responder

3
6
JOSE AUGUSTO FERREIRA DA SILVA  17.04.20 11h32
Estes imbecis, acha que o dinheiro e mais importante do que a vida. Quando a convd-19 comecar ter nome, mãe, pai irmão ai eles vai ver porque.

Responder

2
1
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO