20.02.2020 | 09h48


CIDADES / FLAGRANTE

Empresária é presa por porte ilegal de arma de fogo e vender carne de paca



Policiais militares de Querência (a 945 km de Cuiabá), prenderam nesta terça-feira (18.02), uma mulher por crime contra fauna e porte ilegal de arma de fogo. Na ação policial, foi apreendido uma pistola calibre 635, com uma munição, além de quatro pacas e um perdiz que estavam abatidos e limpos.

Conforme o boletim de ocorrência, a denúncia aponta uma lanchonete em que estaria sendo comercializados pescados e animais silvestres. No estabelecimento comercial, os policiais foram recebidos pela mulher que se identificou como proprietária.

Questionada se estaria armazenando ou comercializando algum produto ilegal, a senhora disse que não. Os policiais realizavam vistoria no imóvel quando encontraram os animais abatidos. A arma de fogo estava em um dos cômodos.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO