29.08.2011 | 13h00


CIDADES

Descaso da prefeitura prejudica baladas cuiabanas

INARA FONSECA    11h05
DA REDAÇÃO

Quem passou pela rua Estevão de Mendonça neste final de semana teve uma desagradável surpresa. Buracos cheios de água ocupavam a via atrapalhando o trânsito e prejudicando o funcionamento dos bares da redondeza. De acordo com o garçom de um movimentado bar da região, a prefeitura havia recapeado a rua há uma semana, entretanto, em menos de dois dias os buracos reapareceram.

"A prefeitura esteve aqui nesta semana mesmo. Vieram, colocaram piche e quase no dia seguinte os buracos retornaram. É que a água está vindo debaixo, o piche não segura", disse o garçom.

Tentando evitar acidentes, o dono do bar Lucius do Caju colocou um engradado de cerveja com uma planta dentro do buraco. Além disso, Lucius foi obrigado a criar uma barreira em frente ao bar para evitar que água do buraco espirrasse na clientela.

"Passava muito carro correndo aqui em frente e não viam o buraco, coloquei a planta pra sinalizar. Também tive que criar uma barragem em frente ao bar. Os clientes estavam reclamando muito da água que chegava até as mesas", afirmou Lucius.

De acordo com a engenheira sanitarista, Emanuelle Curvo, o buraco foi causado provavelmente em decorrência de uma tubulação interna estourada. A prefeitura, ao invés de consertar o problema, teria aplicado apenas um paliativo.

"Tudo indica que exista uma tubulação estourada debaixo da rua.Ao passar apenas o piche, a prefeitura não resolveu o problema", explicou a engenheira sanitarista. 

Além de prejudicar alguns pontos noturnos da cidade, o buraco estava localizado próximo ao tradicional restaurante Choppão e em frente aos bares Lucius do Caju e Caminito, a fenda prejudicou também o trânsito dos ônibus que, com a rua estreita, não tinham espaço para realizarem a passagem.

"É a própria cidade denunciando o descaso da prefeitura com Cuiabá", afirmou Caroline Araújo, cliente do bar Lucius do Caju.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO