alexametrics
17.08.2011 | 18h25


CIDADES

Delegado é suspeito de mandar vender peixes apreendidos pela Sema

INARA FONSECA    11h00
DA REDAÇÃO

O agricultor David Perin voltou a denunciar corrupção na área do meio ambiente para a CPI das Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs). Desta vez, Perin trouxe à tona gravações em que o delegado do meio ambiente, Carlos Cunha, orienta um empresário a vender mais de oito toneladas de peixes apreendidos durante a época da piracema no início de 2011. Ao todo, 10 toneladas haviam sido recolhidas. A pesca fora de época é considerada crime.

"Eu num posso te dizer isso oficialmente, vou dizer em off. Então, meu amigo, comercializa esse peixe e na hora que eu determinar você me apresenta outro peixe, na mesma pesagem. Senão você vai ter dois prejuízos, você vai perder esse peixe e vai ter que pagar outro", disse o delegado do meio ambiente na gravação.

Em entrevista a uma emissora de TV local, Carlos Cunha explicou sua atitude afirmando que a câmara fria da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) estava com problemas e, por isso, só conseguiu armazenar 1,200 kg do pescado. De acordo com o delegado, caso não orientasse o empresário a vender os peixes apreendidos , os outros 8,800 kg do pescado apodreceriam e seriam perdidos.

Curiosamente, o superintende de fiscalização da Sema, Paulo Serbija, apoiou a decisão do delegado. Para Paulo Serbija, como era um bem que poderia ser substituído e reapresentado para justiça, não havia problemas a comercialização dos peixes.

O relator da CPI das PCH's, o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM), afirmou ao RepórterMT que a gravação foi enviada para Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica) para perícia. Após análise do material, a comissão tomará as devidas providências sobre o caso.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime