alexametrics
06.05.2011 | 21h28


CIDADES

Cuiabá está sem serviços de odontologia há quase um ano

SANDRA CARVALHO   18h00
ESPECIAL

Depois de ter sido considerado referência nacional, o serviço de saúde bucal de Cuiabá está praticamente desativado há meses. Faltam insumos (materiais de uso diário no tratamento dentário), vários equipamentos estão estragados e dentistas inclusive fazem escala de plantão por falta de serviço. Como os profissionais fizeram uma greve de seis meses no ano passado e ao retornarem já se depararam com a falta de materiais, já se vão quase um ano sem atendimento regular nas clínicas.

Um exemplo claro ocorre na Clínica Odontológica do Verdão onde o paciente já fica sabendo que não há atendimento ao chegar na porta da unidade. Um cartaz informa que a autoclave está quebrada. Funcionários da clínica dizem que não há previsão para o serviço de urgência ser retomado, já que não é possível fazer procedimentos cirúrgicos sem este equipamento de esterilização.

Mas não é apenas o serviço de urgência que não está funcionando. Há meses também não há atendimento ambulatorial. Ninguém está fazendo tratamento dentário na Clínica do Verdão porque não há material básico para os procedimentos e inclusive o fornecimento de água estaria suspenso.

O problema estaria ocorrendo em toda a rede de saúde bucal por falta de pagamento aos fornecedores, situação que não condiz com a realidade anos atrás. São 10 clínicas odontológicas construídas na gestão Roberto França e que transformaram-se em referência para outros estados brasileiros.

Moradora do bairro Santa Isabel, próximo à Clínica Odontológica do Verdão, Raquel Luzia de Jesus, doméstica, ficou revoltada ao chegar na porta da unidade com uma dor horrível de dente e descobrir que não há serviço de urgência. "Eu não tenho dinheiro para pagar um dentista particular e não estou aguentando essa dor de dente", reclamou a mulher.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime