alexametrics
25.05.2011 | 16h36


CIDADES

Cuiabá ainda não tem data para protesto, mas gasolina deve cair 50%

MAYARA MICHELS    15h00
DA REDAÇÃO

O presidente do Sindipetróleo, Aldo Locatelli, informou que nos próximos dias será realizado o prostesto "Um dia sem imposto", em Cuiabá. A gasolina será vendida por cerca da metade do preço nornal das bombas, livre de impostos. "O dia é para mostrar aos consumidores o quanto eles são prejudicados e o quanto pagam em cada litro de combustível vendido", afirmou. 

O desconto é parte de um protesto organizado por entidades do país. Nove estados realizam nesta quarta-feira (25) o manifesto mas em MT ainda não há data, já que o valores ainda estão sendo readequados, depois da forte alta no início do mês. "Em Cuiabá os preços ainda estão em queda. Vamos esperar dar uma normalizada e dentro de alguns dias realizaremos esse protesto", disse Locatelli. Ainda não se sabe também se os descotos serão oferecidos em apenas um posto, como ocorreu no ano passado.

O protesto é uma forma para conscientizar a população sobre a grande carga de impostos que incide, direta e indiretamente, sobre o preço dos combustíveis e sobre a renda dos consumidores.

Em Cuiabá, o último protesto foi realizado no dia 22 de outubro do ano passado. A gasolina foi vendida a R$ 1,38, no Posto Seminário. Cada automóvel foi liberado para abastecer até 20 litros neste preço, enquanto motocicletas podiam apenas 10 litros.

Os impostos cobrados no litro da gasolina são: Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Programa de Integração Social (PIS), Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE).

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime