05.08.2011 | 09h28


CIDADES

Construtura Prime tem 4 dias para pagar trabalhadores

DA REDAÇÃO 8h20

Após ter demitido nove funcionários, que vieram do Maranhão, por terem denunciado precarização no trabalho, a empresa Prime Construções e Incorporações terá até a próxima segunda-feira (08) para pagar os direitos dos trabalhadores. A determinação do pagamento foi realizada Fiscalização da Delegacia Regional do Trabalho e Emprego (DRTE).

De acordo com o empreiteiro Antoniel Pereira, subcontratada pela construtora Prime para a obra do conjunto Parque Chapada dos Guimarães, em Várzea Grande, os pagamentos trabalhistas não estavam sendo realizados devido ao não cumprimento do contrato estabelecido entre a Construtora Prime e o empreiteiro.

Os trabalhadores foram trazidos de Santa Helena, Maranhão, com a promessa de trabalho e remuneração acima da que é ofertada na terra natal. Entretanto, ao chegarem aqui se depararam com falta de atendimento médico, humilhação e fome. Conforme o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Cuiabá e Municípios (SINTRAICCCM), os trabalhadores foram expulsos do refeitório da obra e foram socorridos pelo empreiteiro. Além disso, a remuneração era feita apenas sobre a produção e não conforme o salário estipulado. Os trabalhadores foram demitidos na última sexta-feira (28).

Leia também:

Serventes trazidos do Maranhã acusam construtora de "escravidão"











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO