alexametrics
04.07.2011 | 10h23


CIDADES

Cheque e cartão: veja as vantagens e desvantagens

DA REDAÇÃO 09h22

Com os juros cada vez mais altos, utilizar o cartão de crédito pode ser mal negócio para quem não tem planejamento financeiro. Mas ganhá-se na praticidade e o número de portadores da moeda de plástico só cresce. Enquanto isso, o cheque vem sendo esquecido pelos brasileiros.

Para mudar essa realidade, a CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) levou ao Banco Central proposta de alteração na regulação dos cheques. Para o economista e vice-presidente da proScore, bureau de informação e análise de crédito, Pedro Penteado de Faria e Silva, as alterações garantirão mais segurança à forma de pagamento. "Assim, o cheque concorrerá mais igualitariamente com o cartão de crédito, beneficiando ambos os lados", disse em nota.

Até chegar a esse ponto, as duas formas de pagamento devem ser vistas pelos consumidores como duas ferramentas de controle do orçamento, que ajudam as contas a ficarem mais equilibradas. O cheque e o cartão, porém, têm suas desvantagens, quando não vistos dessa forma e utilizados de forma desordenada.

Vantagens e desvantagens do cartão - Quando se pensa em cartão de crédito, muitos pensam em parcelamento. Dividir o valor de uma compra em "x" vezes é a forma que os consumidores encontram para adquirir um bem. Para muitos, essa é a única forma. E essa é uma das vantagens da moeda de plástico.

Se utilizado de forma consciente, o crédito fácil e rápido é um aliado dos consumidores. Deixar para pagar uma compra em uma determinada data torna mais fácil o planejamento. E as parcelas, quando bem planejadas dentro do orçamento, também facilitam a visualização dos gastos.

Essa vantagem, porém, tem seu lado oneroso porque, sem planejamento, é mais fácil perder o controle. Quem não faz as contas leva um susto quando chega a fatura. A tendência é entrar no crédito rotativo, quando se paga o valor mínimo do total da fatura. É desvantagem se endividar, uma vez que os juros, nesses casos, são muito elevados.

A segurança, a facilidade e a rapidez na utilização também atraem. Permitir ter dependentes é outro ponto vantajoso do cartão. E, para quem precisa de dinheiro em espécie, a moeda de plástico permite o saque, dependendo da aprovação de crédito do banco. Mas aí entra outra desvantagem: os juros para esse tipo de transação também são muito altos. Por isso, evite fazer saques com o cartão.

Vantagens e desvantagens do cheque - Não existem taxas de administração quando se utiliza a folha. Essa é uma das principais vantagens do cheque. Diferentemente do cartão, com o cheque, é possível negociar com o lojista a data de pagamento da compra e mesmo renegociar melhor, sem muitos intermediários, quando há atrasos no pagamento. Nesses casos, os consumidores também se beneficiam pela inexistência dos juros por atraso.

Quando verificado algum tipo de problema, o consumidor tem a possibilidade de sustá-lo. Como o cartão, porém, a utilização do cheque tem suas desvantagens, a começar por certa falta de praticidade. Andar com um talão na bolsa não é muito seguro.

A possibilidades de fraudes são maiores com o cheque. A conferência com a documentação e a consulta podem fazer o consumidor perder tempo no estabelecimento. Para Faria e Silva, o sistema de conferência de assinatura ainda é arcaico. E falta padronização na quantidade de dígitos de contas-correntes entre os bancos e controle de cheques clonados. Veja esta e outras notícias no www.infomoney.com.br

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime