20.08.2011 | 14h17


CIDADES

Campanha do Detran conscientiza jovens para trânsito seguro

ABDALA ZAROUR   12h00
DA ASSESSORIA

Barra do Garças, MT - Os números são altamente preocupantes. Dados da Polícia Militar de Barra do Garças (508 Km a Leste de Cuiabá) mostram que a situação no trânsito do município é caótica e precisa de atenção.

Segundo um levantamento apresentado pelo comandante do Comando Regional Leste, coronel PM Valdemir Barbosa, em 2008 o número de acidentes chegou a 970 ocorrências. Em 2009 subiu para 1.049 acidentes de trânsito e no ano passado a estatística mostra um aumennto crescente de 1.155 registros. Em 2011 já são 684 acidentes de trânsito. De 2008 até os dias de hoje já foram registrados 21 mortes. Para Barbosa, esse aumento significativo já acendeu a luz "amarela" para um problema que atinge uma cidade de 60 mil habitantes.

Nesta semana a campanha "Trânsito Consciente, pra vida seguir em frente" veio com o objetivo de conscientizar os futuros motoristas e alertar os atuais condutores sobre a importância de se ter um trânsito seguro.

De acordo com o diretor de Habilitação do Detran-MT, Eugênio Destri, que comanda a campanha em Barra do Garças, o Departamento de Trânsito realizou 110 palestras em escolas públicas e privadas do município com o objetivo de atingir os estudantes, que serão multiplicadores dessas informações.

Nesta sexta-feira, (19.08), Gilmar Flores, o Joaninha, pentacampeão de motocross estilo livre e garoto propaganda da campanha, e que já está na cidade, percorreu várias escolas de Barra do Garças levando sua mensagem de campeão e falando da importância que os jovens têm em ajudar a melhorar a situação do trânsito local.

Joaninha realiza neste sábado (20.08), a partir das 19h30, na praça da matriz, no centro, o show " A vida em segundos", encerrando a programação da campanha "Trânsito Consciente, pra vida seguir em frente" em Barra do Garças.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO