06.06.2011 | 12h16


CIDADES

Caixa envia SMS a trabalhadores com direito ao abono do PIS

DA REDAÇÃO  11h

Para garantir o direito dos trabalhadores a sacar o abono do PIS, a Caixa Econômica Federal está enviando mensagens de texto, via celular (SMS), informando aos beneficiários que eles podem retirar o benefício com o Cartão do Cidadão. Os trabalhadores que ainda não sacaram o Abono Salarial do PIS 2010 perderão o benefício caso não retirem o dinheiro até o dia 30 do mês de junho, com retorna do recurso ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

O envio das mensagens é complementar à mala direta, carta enviada todo ano aos beneficiários do Abono Salarial PIS, com o objetivo de lembrá-los que têm direito de sacar o benefício. A mala direta com os clientes vai continuar.

Mais de 2,4 mil mensagens foram enviadas aos trabalhadores na última sexta-feira e, até o momento, 1.362 pessoas sacaram o benefício, o que representa 55% do total de trabalhadores que receberam a mensagem. A segunda remessa, desta vez com base no cadastro de autorizações para SMS, das contas correntes, foi enviada no dia 1º de junho, contemplando 2,3 mil trabalhadores, dos quais 553 já realizaram o saque.

O trabalhador que quiser saber se tem direito ou não ao benefício, pode consultar e esclarecer dúvidas pelo telefone 0800 726 0101 ou no sítio www.caixa.gov.br - Portal "Você - PIS - Consulta o Pagamento". Para cadastrar o número do celular no sistema da CAIXA, basta entrar no sítio www.caixa.gov.br - Portal "Você - FGTS - mensagens via celular" ou "Você - conta corrente pessoa física - mensagens via celular".

Os trabalhadores podem retirar o abono salarial, ou os rendimentos do PIS, com o Cartão do Cidadão e a senha, nos terminais de autoatendimento, casas lotéricas e correspondentes CAIXA Aqui, inclusive em fins de semana. Quem não tem o Cartão do Cidadão, deve procurar uma agência da CAIXA, levando documento de identidade e comprovante de inscrição no PIS. O valor do abono salarial é de até R$ 545,00.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO