24.05.2011 | 13h52


CIDADES

Brookfield paga salários de demitidos, mas com cheques cruzados

MAYARA MICHELS 12h30
DA REDAÇÃO

A empresa Konika Engenharia, contratada pela Broolfield para prestar serviços, está pagando os salários dos 238 trabalhadores que foram demitidos, no último dia 9, mas  trabalhadores reclamam que a empresa está efetuando o pagamento com cheques cruzados, o que impede o saque do dinheiro. O carpinteiro Lino Santana disse que tem uma dívida no banco e se depositar, o banco debita o valor. "Se eu depositar esse dinheiro o banco vai retirar. Minha família mora no interior e eu não tenho em quem confiar aqui para depositar pra mim", afirmou o carpinteiro.

As construtoras Brookfield e MB Engenharia são responsáveis pela obra do Residencial Bonavita, que foi embargada pela quinta vez pela Vara Especializada do Meio Ambiente, no dia 7 de maio. A dívida trabalhista, que era da empreiteira Konika, foi assumida pela Brookfield Incorporações.

Outro carpinteiro, Josué Correa, disse que terá que depositar em sua conta o cheque de dois sobrinhos que também trabalhavam na empresa. "Eles também receberam o cheque cruzado e não tem conta no banco. Vou ter que depositar os três cheques na minha conta. Precisamos deste dinheiro com urgência", afirmou.

Outra reclamação é quanto às horas extras. O ajudante de pedreiro, Odair José Mendes, disse indignado que esperava receber as horas extras trabalhadas em em dois feriados, todos os sábados à tarde e recebeu apenas o salário. "Estava contando com essas horas extras para pagar os juros das contas", lamentou.

Os trabalhadores começaram a chegar às 3h da madrugada para retirar as senhas. O pagamento está sendo feito por ordem de chegada e os operários estão sendo atendidos por funcionários da empreiteira Konika e da construtora Brookfield. Uma empresa realiza a segurança no local.

Outro lado

Por meio de sua assessoria de imprensa a Brookfield informou que a empresa está pagando em cheques cruzados apenas as pessoas que têm conta em banco. A emissão do cheque dessa forma seria para segurança do demitidos. Já os operários que não possuem conta corrente nos bancos Bradesco e Itaú, onde estão sendo feitos os cheques, estão recebendo o cheque à vista para saque na boca do caixa.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO