31.12.2019 | 14h29


RAÇA INFAME

Bando rouba Amarok e Hilux e troca tiros com a PM

A proprietária da casa contou aos policiais que durante o roubo, os integrantes da quadrilha aparentavam nervosismo e foram agressivos.



A ação da Polícia Militar de Guarantã do Norte (233 quilômetros de Sinop) ocorreu, ontem à noite (30), após criminosos roubarem uma residência e fugirem levando uma VW Amarok, uma Toyota Hilux e R$ 10 mil. Durante a operação, um dos suspeitos chegou a efetuar tiros contra os militares, no entanto ele e outros dois homens acabaram presos.

A proprietária da casa contou aos policiais que durante o roubo, os integrantes da quadrilha aparentavam nervosismo e foram agressivos. Eles chegaram a agredir com coronhadas e a ameaçaram com uma faca.

Segundo informações do boletim de ocorrência, quando os policiais estavam se aproximando da região onde ocorreu o assalto avistaram a Amarok saindo da avenida José Nelson Coutinho e tentando atravessar o canteiro da BR-163.

Quando os policiais desceram da viatura, visualizaram dois suspeitos no veículo. Nesse momento, um deles sacou uma arma e efetuou disparos contra a guarnição, que revidou. Com a reação dos militares, o homem que estava armado desceu da caminhonete e conseguiu fugir. Já o outro suspeito permaneceu no local e foi preso.

Ele confessou que o comparsa estava com um revólver calibre 22 e que haviam outros suspeitos na Hilux. Em seguida, ele foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil. Com as informações dos demais envolvidos, os policiais continuaram as buscas.

Hoje de madrugada, os moradores da região onde ocorreu a troca de tiros denunciaram que dois homens estavam em uma motocicleta em atividade suspeita. As guarnições retornaram ao local e encontraram os acusados. Um deles era o homem que havia atirado contra os militares. Eles não obedeceram a ordem de parada e tentaram fugir novamente da abordagem.

Durante a fuga, o suspeito que pilotava a motocicleta perdeu o controle da direção e ambos acabaram caindo. Com isso, as militares realizaram a abordagem e encaminharam os dois a delegacia, onde o proprietário da residência invadida reconheceu todos os envolvidos no crime.

Com os bandidos, os policiais encontraram as armas usadas no crime, e mais de R$ 2,6 mil. Até o momento, a caminhonete Hilux não foi localizada. O caso passa a ser investigado pela Polícia Civil.

Conforme Só Notícias já informou, o acusado de assassinar dois homens, na véspera de Natal, em Peixoto de Azevedo, morreu, ontem à tarde, em tiroteio com policias militares perto da divisa de Guarantã do Norte com o Pará. Ele estava com um revólver 38 com 11 munições, uma escopeta calibre 12 com 18 munições, colete a prova de balas, faca, quatro aparelhos celulares, lanterna, rede de descanso, quatro relógios e alguns produtos.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO