11.07.2011 | 12h47


CIDADES

Autarquia volta a funcionar mas trégua na greve é só por 30 dias

FERNANDA LEITE   9h50
DA REDAÇÃO

Ainda não chegou ao fim o impasse envolvendo a greve dos  servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT). A informação é do próprio presidente da autarquia, Teodoro Moreira Lopes - Dóia. Segundo ele, os serviços voltaram ao normal nesta segunda, mas a trégua dos servidores é por 30 dias. "Os grevistas estão aguardando uma negociação com o Executivo, se caso a proposta oferecida não agradar, a greve voltará", disse Dóia. O órgão agora trabalhará agora para colocar os serviços atrasados em dia.

Dóia criticou a greve, que paralisou os setores de transferências, licenciamento e principalmente no setor de vistoria, que fica aos cuidados de funcionários efetivos. "Os outros setores ficaram sob responsabilidade dos comissionados e estagiários. Tivemos problemas na parte de vistoria, porque é um trabalho que só pode ser feito por funcionários de carreira", disse Dóia.

Na sexta-feira (08) o Sindicato dos Servidores (Sinetran), se reuniu com o secretário da Casa Civil, José Lacerda, que conseguiu apaziguar os ânimos dos servidores insatisfeitos. Cerca de 680 aderiam ao movimento.

A proposta encaminhada para o governador é de restruturação salarial de 57% no salário de servidores do nível técnico, 131% no salário de servidores do nível médio e 96% no salário dos auxiliares.

O horário de funcionamento do órgão continua o mesmo, das 08h às 17h, na sede do órgão, nas Ciretrans e agências Vips

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO