19.05.2011 | 18h45


CIDADES

Assistentes sociais têm salários de apenas R$ 700 no PS de Cuiabá

INARA FONSECA  17h
DA REDAÇÃO

O Conselho Regional de Serviço Social da 20ª Região pediu nesta quinta-feira (19), em tribuna livre, apoio aos vereadores de Cuiabá para que a Lei 12317 seja cumprida. Segundo o presidente do Conselho, Aparecido Samuel de Castro Cavalcante, apenas dois terços dos municípios mato-grossenses aderiram à lei. Em Cuiabá, a norma ainda não foi implantada.

Criada em 2010, a Lei 12317 altera a carga horário dos assistentes sociais para 30 horas semanais. Na antiga Lei 8662/97 a carga era de 40 horas. Para Aparecido, o não cumprimento da lei coloca em xeque o poder Legislativo. "Se o projeto de lei é aprovado e nós (referindo-se aos assistentes sociais) temos que lutar para que seja implantado, então, pra quê o Legislativo?", questionou o presidente Aparecido Samuel.

Além do cumprimento da lei, a categoria também reivindicou do Poder Executivo aumento salarial e concurso público com vagas voltadas aos profissionais da área.

A prefeitura de Cuiabá, atualmente, tem em atividade cerca de 100 profissionais do serviço social. Desses, apenas 20% são concursados.

Recentemente, a Secretaria de Saúde do Município retirou o adicional de insalubridade dos profissionais que trabalham no Pronto-Socorro de Cuiabá. Com a medida, o salário dos assistentes sociais da unidade ficou em torno de R$ 700. "É um desrespeito. O Pronto Socorro é um local insalubre. Os profissionais do serviço social estão expostos a contaminação de todos os tipos", afirmou indignado Aparecido.

O Brasil conta com cerca de 98 mil assistentes sociais. Em Cuiabá, estão registrados no Conselho Regional 3.500 profissionais.

Semana do Serviço Social

No dia 15 de maio, os assistentes sociais celebram o dia do serviço social. Em comemoração, em todo Brasil será realizada a Semana do Serviço Social. Em Cuiabá, a comemoração será aberta hoje com palestra no teatro da Universidade Federal de Mato Grosso.

Nesta sexta-feira, às 19h, um ato político será realizado pelo Conselho no Centro Cultural da UFMT.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO