alexametrics
10.08.2011 | 10h26


CIDADES

Aray tem 24 horas para reintegrar demitidos da Sanecap

INARA FONSECA   18h16
DA REDAÇÃO

O Ministério Público do Trabalho (MPT) determinou na tarde desta terça-feira (09) que o presidente da Sanecap (Companhia de Saneamento da Capital), Aray Fonseca, reintegre em no máximo 24h os nove funcionários demitidos devido à participação em protesto contra a privatização da empresa de saneamento. De acordo com Rafael Garcia Rodrigues, procurador do trabalho, as demissões foram arbitrárias.

"As demissões que ocorreram agora em agosto não são de forma nenhuma lícitas. Entendemos que a ação foi totalmente arbitrária e em audiência, nesta tarde, já informamos ao presidente da Sanecap para que ele reintegre os funcionários num prazo de 24 horas", explicou o procurador.

Dissimulado, Aray Fonseca falou à imprensa que havia repensando o caso e a reintegração dos funcionários era uma escolha da administração da Sanecap. Na última semana, Aray foi enfático em dizer que não readmitiria os exonerados e que novas demissões poderiam ocorrer.

"A Sanecap repensou o caso e nós decidimos reintegrar os funcionários e aplicar apenas uma advertência. Daqui pra frente, ninguém será demitido em primeiro momento", disse Aray.

Caso Aray Fonseca não cumpra a determinação no tempo estabelecido pelo MPT, o Ministério entrará com ações judiciais que podem gerar multa.

Na semana passada (04), numa medida ditatorial o presidente da Sanecap demitiu noves funcionários e puniu outros sete que participaram do ato contra a "venda" da empresa de saneamento e tratamento de esgoto. O documento foi assinado a mão pelo próprio Aray Fonseca e os funcionários identificados através de filmagens concedidas pela Câmara Municipal de Cuiabá. Na ocasião, o prefeito Chico Galindo (PMDB) se manifestou favorável a atitude.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime