alexametrics
14.08.2011 | 01h33


CIDADES

Após onda de assaltos, shopping pede ajuda para polícia

MAYARA MICHELS  0h00
DA REDAÇÃO

Só na primeira quinzena do mês de agosto três assaltos foram registrados dentro do Shopping Goiabeiras, em Cuiabá. O estabelecimento se transformou em um ponto de ocorrências policiais. A administração do shopping pediu ajuda da Secretaria de Estado de Segurança Pública para tentar amenizar a onda de assaltos no estabelecimento. A Secretaria prometeu providenciar um policiamento ostensivo no bairro, tanto com policiais a pé como em viaturas.

Segundo o coronel Zaqueu Barbosa, comandante regional de Cuiabá da Polícia Militar, o policiamento ostensivo e o trabalho de inteligência nas imediações do shopping serão  imediatos.

Na primeira semana deste mês, dois automóveis foram roubados do estacionamento externo do shopping. O Fiat Uno prata, placas NPK 6431, e o Gol preto, placas NPI 7998. Além dos carros, os bandidos roubaram bolsas, relógios, celulares e jóias.

Além dos proprietários dos automóveis outras 15 pessoas foram rendidas. O bando agiu por volta das 22 horas, quando os funcionários já tinham encerrado o expediente e se prepararam para voltar para casa.

No último fim de semana, três homens armados assaltaram a lotérica que funciona dentro do estabelecimento. O trio rendeu a gerente, que foi forçado a abrir a loja, e levou uma quantia em dinheiro, que não foi divulgada.

No ano passado, o vendedor Reginaldo Donnan dos Santos Queiróz, de 30 anos. Ele foi espancado e morto por seguranças do shopping por motivos considerados torpes pela polícia. O crime aconteceu no dia 26 de agsoto do ano passado. Donan morreu no dia 29, no PS da Capital, com múltiplas fraturas e hemorragia interna. Os três seguranças estão presos no presídio do Pascoal Ramos.  O Shopping pagou recentemente uma indenização de cerca de R$ 1 milhão para a familia do ambulante.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime