alexametrics
24.09.2011 | 13h21


CIDADES

Apenas os serviços de Sedex são realizados normalmente

INARA FONSECA     08h25
DA REDAÇÃO

Em apenas 10 dias de paralisação, mais de 4 milhões de cartas não chegaram a seu destino. Conforme informação de Samuel Carvalho, secretário geral do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios, Telégrafos e Serviços Postais de Mato Grosso (Sintect/MT), apenas os serviços de Sedex estão sendo realizados.

"Os Sedex são entregues porque o serviço é realizado por motoqueiros. O resto está sendo entregue de maneira precária", disse Samuel Carvalho.

Além das cartas simples, quem realiza compras pela internet também terá problemas para receber as encomendas. De acordo com o secretário geral, com a paralisação em âmbito nacional, a mercadoria pode ter problemas no despacho e não chegar ao seu destino final.

Entre as reivindicações da categoria estão reajuste salarial de 7,12%, cumprimento das leis municipais que determinam que os carteiros atuem apenas no período da manhã e aumento na segurança das agências dos Correios.

Em Mato Grosso, além de Cuiabá, os municípios de Primavera do Leste, Campo Verde, Sinop, Barra do Bugre e Cárceres aderiram à greve. Em todo o Brasil, funcionários dos 24 estados estão paralisados e mais de 42 milhões de correspondências estão atrasadas.

Segundo a assessoria dos Correios, mutirões foram realizados com o objetivo de colocar parte das encomendas e correspondências em dia.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime