alexametrics
19.08.2011 | 18h23


CIDADES

Acusado de mandar matar prefeito seria "fantasma" de Perin

FERNANDA LEITE    12h00
DA REDAÇÃO

O advogado e ex-procurador da prefeitura de Novo Santo Antônio (1.200 km de Cuiabá), Acácio Alves de Souza, acusado de ser o mandante do assassinato do prefeito Valdemir Antônio da Silva, o Quatro Olhos (PMDB), morto no dia 23 de julho com seis tiros à queima roupa, é funcionário comissionado da prefeitura de Alto Boa Vista desde o dia 16.06.2011, como assessor jurídico, com um salário mensal de R$ 5 mil.

Tudo indica que Acácio estaria trabalhando de forma irregular na prefeitura, pois ele estava foragido depois de a Polícia suspeitar de ele teria contratado o serviço de pistolagem, que matou Quatro Olhos.

O advogado estava com uma prisão temporária decretada até ontem (18), mas os advogados de defesa, Ulisses Rabaneda e Mauro Márcio dias Cunha, ingressaram com um contramandado que revogou a ordem de prisão. Sendo assim o suspeito irá responder em liberdade até as investigações serem concluídas.

Já o prefeito Wanderley Iderlan Perin (PR), disse que o advogado só prestou um mês de serviço. "Ele foi dispensado e quem está agora como assessor é o Paulo Porto", disse.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime