alexametrics
28.07.2011 | 09h37


CIDADES

23 escolas estaduais de Cuiabá serão monitoradas por policiais militares

INARA FONSECA    8h30   
DA REDAÇÃO

Após a onda de agressões que vêm ocorrendo nas instituições públicas de ensino de Cuiabá, a Polícia Militar entrará nas 23 escolas mais críticas da Capital na tentativa de conter o quadro de violência nas instituições. Para que a proposta seja concretizada será necessário o ingresso de aproximadamente 46 policiais nas 23 escolas. Atualmente, em Cuiabá, existem 74 escolas estaduais. 

De acordo com informações da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), inicialmente, a vigilância nas escolas será realizada apenas pela reserva remunerada da polícia, ou seja, profissionais aposentados. As instituições escolhidas serão monitoradas cada uma por dois policiais.

Apesar da lista com o nome das 23 escolas ainda não ter sido liberada, as informações são que a Escola Estadual Cesário Neto está incluída. A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp ) ainda não possui data definida para o começo das atividades de vigilância nas escolas.

Há seis dias, o assassinato de um adolescente de 16 anos na Escola Estadual Cesário Neto chocou a população cuiabana. Na ocasião, Gustavo Pacheco da Silva foi executado com cinco tiros disparados por outros dois estudantes do 2º ano do ensino médio.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime