20.08.2018 | 15h08

Vídeos

CONEXÃO PODER

Selma defende prisão perpétua e chora ao lembrar filha morta pelo câncer




A candidata ao Senado, juíza Selma Arruda (PSL), admite que, caso eleita, fará parte da chamada Bancada da Bala e que dará sustentação a Jair Bolsonaro, que pode se eleger presidente da República. Selma salienta que deixou a magistratura com certa frustração, por ver bandidos de colarinho branco saírem ilesos e com os bolsos cheios após fazer um acordo de delação premiada.


INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER