31.03.2011 | 10h41


Projeto Luz em Conta volta a Cuiabá

ROBERTA DE CÁSSIA    08h54
DA REDAÇÃO

Após passar por várias cidades do interior de Mato Grosso, o projeto Luz em Conta volta a Cuiabá. Dessa vez, a Cemat beneficiará moradores do Residencial Novo Praeiro. Eles terão suas geladeiras e lâmpadas antigas trocadas por equipamentos novos, que consomem menos energia elétrica. O lançamento dessa nova etapa de entregas será realizado nesta quinta-feira (31), às 14 horas, no Residencial Novo Praeiro, no bairro Praeirinho.

 

O evento contará com a presença do prefeito de Cuiabá, Francisco Galindo, e do vice-presidente executivo da Cemat, Antônio Carlos Fernandes da Fonseca. O Residencial Novo Praeiro é habitado por 70 famílias que, em fevereiro deste ano, deixaram as áreas de risco em que viviam para morar em casas novas, construídas pelo Programa de Subsídio Habitacional de Interesse Social (PSH), do Ministério das Cidades, em parceria com a Secretaria de Estado de Cidades (Secid) e a Prefeitura de Cuiabá.

 

O projeto Luz em Conta integra o Programa de Eficiência Energética da Cemat e, em sua atual etapa, investirá R$ 8 milhões na substituição gratuita de 10 mil geladeiras e 30 mil lâmpadas. Cada consumidor contemplado receberá uma geladeira de 286 litros e lâmpadas fluorescentes de 20W. Com a troca dos equipamentos antigos por outros novos, é possível reduzir consideravelmente o valor da fatura de energia elétrica.

 

O Luz em Conta tem o apoio do governo de Mato Grosso e das prefeituras, que disponibilizam um banco de dados com o perfil das famílias carentes cadastradas na Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social (Setecs) e nas secretarias municipais.

 

Evento

Lançamento da nova etapa do projeto Luz em Conta em Cuiabá, com a presença do prefeito da capital, Francisco Galindo

Local

Residência da Srª. Paula Regina Silva Aguiar (Rua A, quadra 4, nº 5, Residencial Novo Praeiro, Bairro Praeirinho)
Mais informações: (65) 3316 5465 | (65) 3316 5510

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER