13.02.2018 | 07h55


CRUELDADE

Pele do rosto e do peito 'derrete' após homem ser forçado a se deitar em asfalto

Estima-se que o asfalto estivesse a uma temperatura de 77 graus.



Um homem que estava sem camisa sofreu terríveis queimaduras após ser forçado por policiais a se deitar de bruços em uma rua "incandescente" em Sacramento (Califórnia, EUA).

O caso ocorreu em junho (no início do verão no Hemisfério Norte) do ano passado, mas só agora foi divulgado amplamente. Estima-se que o asfalto estivesse a uma temperatura de 77 graus, de acordo com reportagem da CBS. A família divulgou imagens fortes para chamar atenção para o caso.

A pele no rosto e no peito de James Bradford Nelson, de 28 anos, "derreteu". Ele passou dois meses em um hospital da cidade se recuperando das graves queimaduras.

James está pedindo na Justiça indenização de o equivalente a R$ 86 milhões.

O americano, que tem problema psicológico, estava andando de forma errática na entrada de uma filial da rede KFC quando despertou atenção de agentes que passavam pelo local. Eles dominaram James e o levaram ao solo.

De acordo com o processo, os policiais que abordaram James ignoraram os gritos dele por causa da forte dor provocada pelo contato com o asfalto.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

O Governo de Mauro Mendes vai ser melhor ou pior que o de Pedro Taques?

Melhor

Pior

Iguais

Não sei

  • Parcial Votar

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER