24.06.2019 | 10h13


DOENTIO

Pais matam filho de 2 meses após choro atrapalhar sexo do casal

Resultados de exames feitos no corpo da criança revelaram, ainda, uma costela quebrada e várias marcas de mordida



Um bebê de apenas 2 meses morreu sufocado pelos próprios pais após começar a chorar durante uma relação sexual do casal. O caso ocorreu em Staffordshire, na Inglaterra, em 29 de abril de 2014. Luke Morgan, 26 anos, e Emma Colle, 22, foram julgados e condenados na última sexta-feira (21/06/2019).

O júri concluiu a decisão com base em informações apresentadas pelos investigadores. O pequeno Tyler Morgan foi sufocado propositalmente pelo pai enquanto a mãe era cúmplice. O crime aconteceu porque Luke teria se irritado com o choro do filho enquanto transava com a mulher.

O juiz Michael Chambers revelou, ainda durante o julgamento, que os pais demoraram uma hora para chamar uma ambulância após terem cometido o crime. No hospital, contudo, Tyler não resistiu e faleceu. Resultados de exames mostraram, ainda, que o bebê tinha uma costela quebrada e marcas de mordida pelo corpo.

O pai, Luke, tinha o “hábito” de bater no filho, o que teria gerado várias lesões na criança. Considerados culpados pela morte do bebê, Luke e Emma foram condenados à prisão; ele ficará preso por oito anos, e ela, por seis.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER