12.02.2018 | 13h14


SEXO MORTAL

Jovem morre ao fazer sexo oral na namorada

No ponto alto do clímax, Jacinta prendeu a cabeça do namorado contra a sua vulva e ele ficou sem ar



O caso ocorreu em Carrazeda de Ansiães, Bragança, em Portugal. O jovem apicultor, António Tordo, foi a casa da namorada, Jacinta Sultão, despois do trabalho e fez uma surpresa com uma caixa de chocolates e uma garrafa de vinho, a namorada que segundo informações, é ninfomaníaca, agarrou o namorado e começou a beijá-lo intensivamente e tirar suas calças. Até então tudo bem, o problema foi quando António decidiu ‘meter a boca no trombone’.

No ponto alto do clímax, Jacinta prendeu a cabeça do namorado contra a sua vulva para que ele não parasse, e depois de minutos nessa situação, ele ficou sem ar e morreu.

Ela chamou a ambulância, e a autoridades foram acionadas para detê-la, onde vai responder pelo crime diante da lei. Suas palavras à imprensa foram:

“Eu estou em choque, não sei mesmo o que dizer. A verdade é que ele era o verdadeiro Cristiano Ronaldo dos minetes. Parecia que tinha uma medusa na língua, tal era a forma que me deixava o clitóris a palpitar. Foi por isso que me descontrolei. Espero que ele descanse em paz, nunca vou esquecer de tudo o que ele me proporcinou e mereço a pena.”











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Keidson   12.02.18 14h11
Q final triste.

Responder

11
7
Lagarto   12.02.18 13h48
É o típico caso de : "Morreu fazendo o que mais gostava !!" Se fosse um soldado, receberia homenagens póstumas pelo ato de bravura : não abandonou a sua missão mesmo correndo risco de vida".

Responder

87
4

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER