17.05.2019 | 08h43


HIPOTERMIA

Jornalista morre após andar descalça em chão gelado durante meditação xamânica

Lutando contra depressão, Florence costumava fazer meditação e jejum.



Uma jornalista de 33 anos foi encontrada morta após viajar a uma propriedade rural em Oxfordshire (Inglaterra) a fim de fazer uma meditação xamânica.

De acordo com legista, Florence Waters, que trabalhava para o "Daily Telegraph" e também era artista plástica, morreu de hipotermia após caminhar descalça, durante a meditação, por muito tempo pelo chão gelado de uma mata.

O corpo foi achado, sem qualquer proteção térmica adequada, no ateliê de Florence na isolada propriedade, três dias após o alerta de desaparecimento.

"Ela estava animada para fazer isso, acreditando que levaria a uma vida bem mais criativa. Queríamos que ela fosse menos destemida", informou a família em nota, publicada pelo "Mirror".

Lutando contra depressão, Florence costumava fazer meditação e jejum. Segundo a família, a jornalista estava mentalmente debilitada nas semanas anteriores à morte.

O caso ocorreu na segunda quinzena de novembro de 2018 (fim do outono na Inglaterra, quando as temperaturas começar a cair bastante na região), mas só agora os detalhes da morte foram revelados.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER