08.01.2019 | 15h50


APÓS 48 ANOS DE CARREIRA

Geno, da parceria com Gino, anuncia aposentadoria

Mauro Avante entra o lugar de Geraldo Alves dos Santos, que decidiu 'curtir a vida', conforme explicou em vídeo. Nova formação promete primeira música nesta terça-feira (8).



Após quase 50 anos de carreira – e uma pausa ao longo do caminho – a dupla Gino & Geno vai se separar. Geraldo Alves dos Santos, o Geno da dupla, de 72 anos, decidiu parar de cantar e, conforme explicou em vídeo, quer “curtir a vida”. Já Gino, 73 anos, optou por continuar nos palcos e se juntou ao cantor Mauro Avante, que assumiu o posto e nome de Geno.

“Estou entrando de férias, mas férias prolongadas. Não tem vencimento. Mas espero que entendam que quero curtir todo mundo. Quero agradecer vocês que apoiaram a dupla desde o início. Espero que compreendam que quero curtir minha vida agora, quero viver minha vida. Já viajei muito, Graças a Deus. Estou parando, mas a dupla continua. É uma história muito bonita”, explicou Geno em um vídeo compartilhado nas redes sociais da dupla.

O cantor ainda explicou que sua decisão não foi resultado de nenhuma briga. “Não tem motivo de confusão nenhuma. É porque eu quero parar. A gente continua amigo. Somos amigos e parceiros”.

Em outro vídeo, Gino (Sebastião Ribeiro) apresentou Mauro Avante e anunciou o primeiro lançamento da nova formação da dupla Gino & Geno. A faixa "Cuiabana" deve ser lançada nesta terça-feira (8).

“Esse é o novo Geno. Infelizmente – ou felizmente – o Geno optou por parar, descansar, curtir a família, curtir o que já fez. Mas Gino & Geno não pode parar, porque a gente tem vários funcionários e o que tem menos filho, tem dois. É de dois pra cima. Não podemos deixar esses moços na rua. Vamos levar a alegria do Gino & Geno, continuar no mesmo clima, mesma equipe, para o Brasil inteiro. Só preciso que vocês entendam a opção do Geno de parar e curtir o que já fez até hoje”, explica Gino.

Entre os grandes sucessos da dupla, estão “Coração Cigano” e “Bebo pa carai”. em 2016, a dupla lançou "Tô bonito ou não tô", o 26º álbum de carreira.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER