12.10.2017 | 07h55


COMPANHEIRISMO

Crianças são mais apegadas aos animais do que aos irmãos

Pesquisa mostrou que cachorros ajudam no desenvolvimento das habilidades sociais e emocionais da criança



Crianças e animais costumam formar uma combinação muito saudável e divertida. Recentemente, inclusive, um estudo da Universidade de Cambridge, no Reino Unido mostrou que os bichinhos de estimação ajudam no desenvolvimento das habilidades sociais e emocionais da criança, mais até do que os irmãos.

Para a conclusão, os pesquisadores acompanharam 77 famílias que tinham um ou mais animais de estimação e mais de um filho pequeno. O que eles notaram é que os pequenos tinham relações mais fortes com os animais do que com os irmãos, além de relatarem pouquíssimos conflitos.

Na pesquisa, também foi descoberto que os cachorros são responsáveis pelo maior nível de satisfação. "O fato dos animais não entenderem completamente o que dizemos ou responderem verbalmente pode ser um benefício, porque significa que eles não têm julgamentos", explica Matt Cassells, do Departamento de Psiquiatria da Universidade, que conduziu o estudo.

Meninos e meninas demonstraram satisfação no convívio com seus animais de forma equilibrada, porém, elas apresentam mais confidência e companheirismo, indicando algumas nuances mais intensas de suas interações com os pets.? O suporte que adolescentes recebem de seus animais podem significar resultados positivos em seu futuro, mas ainda temos muito o que descobrir sobre os impactos de longo prazo no desenvolvimento infantil?, diz Cassells.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER