21.03.2011 | 16h22


Chuva diminui em MT e colheita de soja tem forte avanço semanal

G1 15h17

A colheita da soja em Mato Grosso, o maior produtor nacional da oleaginosa, teve rápido avanço na semana com condições climáticas mais favoráveis e atingiu 66 por cento da área da temporada 2010/11, informou nesta sexta-feira o Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária).

'Nos últimos dias, a chuva colaborou com os produtores, abrindo folgas ao longo dos dias, possibilitando a colheita. Em algumas cidades ocorreu um pequeno 'congestionamento' nos armazéns, devido a intensificação da colheita', disse o Imea em comunicado, ressaltando que os trabalhos tiveram o maior avanço semanal nesta safra.

Até quinta-feira da semana passada, o Mato Grosso havia colhido 50 por cento da safra.

A despeito do avanço, o trabalho em campo segue bem atrás do nível registrado na mesma época do ano, quando haviam sido colhidos 93 por cento das lavouras de soja de Mato Grosso. Na safra passada, o plantio começou com um mês de antecedência.

Na região médio-norte, que teve maior avanço na semana com 17,7 pontos percentuais, 71,9 das lavouras já foram colhidas.

O temor de que as chuvas de março provocassem danos às lavouras de soja foram minimizados. Segundo o instituto, informações sobre perdas em campo 'foram ainda mais pontuais' que na semana anerior.

Mas o Imea pondera que os grãos continuam chegando com umidade acima da adequada, levando compradores a aplicar desconto ao produto entregue pelos produtores.

Os maiores danos pelas chuvas teriam ocorrido no norte de Mato Grosso do Sul, quinto produtor nacional. Algumas áreas do sudeste de Mato Grosso e sudoeste de Goiás também sofreram com as precipitações, segundo analistas.

No Paraná, segundo produtor brasileiro de soja, a colheita também deve ter tido bom avanço durante a semana, segundo técnicos do Deral, que afirmaram que as chuvas também deram uma certa trégua.

Até o início da semana, os produtores paranaenses tinham colhido metade da safra de soja, segundo o Deral.

Milho

O plantio de milho segunda safra em Mato Grosso está praticamente concluído, próximo a 99 por cento da área estimada de 1,8 milhão de hectares, 7,6 por cento menor que em 2010. No ano passado, foram semeados 1,94 milhão de hectares.

Segundo o Imea, quatro das sete regiões do Estado já concluíram a semeadura, com áreas menores que no ano anterior.

No ano passado, nesta mesma data, o plantio estava encerrado, mas neste ano ainda não foi concluído por causa das chuvas, especialmente na região oeste, que postergaram o trabalho em campo, acrescentou o Imea.

O Mato Grosso é o maior produtor de milho safrinha do Brasil











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER