07.12.2017 | 08h32


EM MENOS DE 5 HORAS

Após bater na mulher e ser detido, Naldo Benny paga fiança e é liberado

Na saída da delegacia, o marido de Ellen declarou: “Não estou preso, não. Tem um equívoco aí”



O cantor Naldo Benny já está nas ruas! Ele foi detido na manhã desta quarta-feira, 06 de dezembro, em sua mansão no Rio de Janeiro. Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, denunciou o marido por agressão e o acusou de ter uma arma em casa sem porte para isso.

Naldo acabou preso em flagrante, mas foi solto em menos de cinco horas. O funkeiro pagou fiança e já está liberado. Na saída da delegacia, o marido de Ellen declarou: “Não estou preso, não. Tem um equívoco aí”, disse ele rápida conversa com o Extra.

“A esposa dele veio na delegacia e comunicou ter sido vítima de lesão, injúria e ameaça, e verificamos a possibilidade dele ter uma arma não registrada. No mandado de busca, constatamos que ele tinha uma pistola em casa sem registro. Ele foi preso em casa e não esperava. Foi uma discussão por ciúmes em que ele acabou por agredi-la”, contou a delegada Viviane Costa, titular da DEAM.

Desde de que foi agredida, Ellen deixou a residência onde morava com o cantor e entrou com pedido de medida protetiva contra ele. Naldo irá responder por lesão corporal, ameaça e injúria e, se condenado, pode pegar até sete anos de prisão. O ex-casal tem uma filha de 2 anos e nove meses.

Vale dizer que Naldo Benny estava escalado para a próxima temporada do Dancing Brasil de Xuxa Meneghel. Agora a dúvida gira em torno da participação dele no programa. O TV Foco procurou a assessoria de imprensa da Record que afirmou que o nome do cantor ainda não havia sido divulgado oficialmente pela emissora como participante do programa:

“A lista divulgada não foi oficial”, disse a emissora sobre uma suposta lista que foi divulgada recentemente nos meios que cobrem televisão e celebridades.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER