Cuiabá, 17 de Janeiro de 2017

Facebook Twitter Rss
03.01.2017 | 08h44
A- | A+


POLÍTICA / SAÚDE DE CUIABÁ

Nova secretária quer reduzir tempo de internação no Pronto-Socorro

Elizeth Araújo diz que é preciso otimizar o atendimento na unidade e ampliar nas redes de saúde básica para 'desafogar' o Pronto-Socorro


DA REDAÇÃO

RepórterMT

Clique para ampliar

Elizabeth Araújo é a nova secretária de Saúde do Município

A nova secretária de Saúde de Cuiabá, a servidora pública do Estado, Elizeth Araújo, especializada em sistema de saúde, disse ao que irá reduzir o tempo de internação no Pronto-Socorro da Capital para ampliar o número de atendimentos na unidade, sem que ocorra superlotação. 

“Quando olhamos o contrato com o São Benedito identificamos que ele não é apenas para ortopedia, é também para questões de neurocirurgias e pode ser ampliado também para outros serviços de cirurgias eletivas e para atender parte dessa alta demanda reprimida que temos”, explicou Elizeth.

Para Elizeth o tempo de espera para pacientes, que estão internados receberem o diagnóstico contribui para a superlotação, por isso ela pretende otimizar o atendimento no Pronto-Socorro e ampliar em outras unidades de saúde, especialmente as de atenção básica.

“Uma questão importante é estruturar o Pronto-Socorro e, com isso, evitar que os pacientes fiquem internados há vários dias aguardando apenas por um procedimento, como tem acontecido”, afirmou ela.

A secretária também ressaltou que pretende implantar no Hospital São Benedito, nos próximos quatro anos, o atendimeto de novas especialidades. Segundo Elizeth, a unidade tem capacidade para receber novas demandas.

“Quando olhamos o contrato com o São Benedito identificamos que ele não é apenas para ortopedia, é também para questões de neurocirurgias e pode ser ampliado também para outros serviços de cirurgias eletivas e para atender parte dessa alta demanda reprimida que temos”, explicou.

A titular da pasta que terá aproximadamente 31% dos recursos arrecadados pelo município, também coloca a atenção básica como fato determinante para melhorar o atendimento.

“Sabemos que se o usuário não for atendido agora se torna urgência no futuro, então vamos buscar melhorar o atendimento do Hospital São Benedito e estruturar a atenção básica para que o Pronto-Socorro seja utilizado apenas em demandas especificas”, destacou Elizeth.

Novas parcerias com a Santa Casa e Hospital de Câncer, com o objetivo de aumentar o número de atendimentos, devem reduzir as filas de espera no Sistema Único de Saúde (SUS) .

“Vamos buscar diálogos com os hospitais filantrópicos para dar maior resolutividade possível nas demandas, seja de urgência ou cirurgias eletivas”, garante.

No entanto, para que as mudanças surtam resultados, a secretária acredita que é preciso melhorar a atenção básica nos bairros. Nesta semana ela pretende conhecer os serviços e o trabalho dos servidores em todas as unidades de saúde de Cuiabá. 

No segundo dia de seu mandato, o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) vistoria nesta terça-feira (3) as instalações e o atendimento do Pronto-Socorro da Capital.

Nesta segunda-feira (2), o prefeito decretou auditoria nas contas da unidade do São Benedito, já que segundo ele, o aumento dos gastos tem sido constante.

 



COMENTÁRIOS









Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER