20.03.2017 | 10h00


VEJA O VÍDEO

Homem leva tiro e morre após tentar tomar arma de policial, em Cuiabá

A polícia afirma que Benilson e outros três tentaram se desfazer dos pacotes de cocaína que estavam e que ele, resistindo à prisão, foi baleado, enquanto tentava tomar a arma do PM


DA REDAÇÃO

Benilson da Silva, 29, morreu ao tentar tomar à força a arma de um soldado da Polícia Militar, durante uma confusão no Bairro Santa Rosa II, na noite de domingo (19), em Cuiabá. Uma testemunha gravou o exato momento em que o acusado de tráfico de drogas é atingindo com um tiro no tórax.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, Benilson e mais três envolvidos estavam parados na esquina da Avenida Brasil e saíram correndo no momento em que perceberam a aproximação de uma viatura da Polícia Militar.

Desconfiados, os policiais foram em busca do grupo e viram Benilson jogando alguns pacotes brancos dentro de uma casa onde ocorria uma festa. Ao abrirem os pacotes, os policiais perceberam que era cocaína.

Os militares relataram que correram atrás de Benilson e conseguiram detê-lo, antes que ele entrasse na casa. O criminoso teria resistido à prisão e tentado escapar dos policiais.

Neste momento, várias pessoas saíram de dentro da casa e começaram arremessar latas e garrafas de vidro contra os policiais. Os militares precisaram efetuar disparos de alerta.

Mesmo assim, os populares não pararam com as agressões e chegaram a tentar tomar as armas dos policiais.

No boletim de ocorrência, é relatado que Benilson, que tinha grande estatura, imobilizou um dos policiais e e tentava tomar a arma, quando a pistola disparou e acertou o tórax dele.

Após o disparo, os populares pararam com as agressões e com a chegada de outras equipes policiais, três acusados de tentar agredir os policiais foram presos.

De imediato, Benilson foi encaminhado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Pronto-Socorro de Cuiabá e os policiais foram até o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), do bairro Planalto, para registro da ocorrência.

No entanto, quando os policiais registravam a ocorrência, foram informados pelo delegado de plantão que Benilson havia morrido na unidade médica.

O corpo do acusado foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

O caso será investigado pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A Polícia Militar vai abrir um Inquérito Policial Militar (IMP) para apurar o caso.

 

Veja o vídeo

 











(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Renato M.  20.03.17 10h23
Parabéns ao policial. Merece ser promovido. Quanto ao lixo que foi morto, já foi tarde.

Responder

30
10
Maycom  20.03.17 13h33
Parabéns a justiça de merda desse país quem não o conehece é facil julgar, facil implantar provas esse policial tem qie ser isonerado agil em adrenalina se prestar bem atenção no video o policial vem so pra matar o o cidadão a midia tem medo da Polícia bando de medrosos!

Responder

11
17
Parabéns a polícia  21.03.17 09h43
Primeiramente. Analise o fato de ter reagido, pois cidadão de bem não reage a nenhum tipo de ação policial. Depois vai estuda um pouco mais cidadão é exonerado e não isonerado jumento.

Responder

1
1

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER