08.09.2010 | 17h53


Secretário vistoria obras na Baía de Chacororé nesta sexta-feira



Da Redação

O secretário de Estado do Meio Ambiente, Alexander Torres Maia fará nesta sexta-feira (10.09), uma inspeção das obras em andamento na Baía de Chacororé, localizada no município de Barão de Melgaço, 113 quilômetros ao Sul de Cuiabá. A visita técnica já estava prevista desde a semana passada e aguardava somente o início das obras nas barragens.

Em razão do severo período de estiagem, agravada pela ação predatória do homem, a terceira maior Baía do Pantanal enfrenta uma de suas piores secas.

Segundo relatório feito por técnicos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), sobre o Sistema lacustre das Baias Chacororé e Siá-Mariana, a diminuição do nível da lâmina d’água foi ocasionada pelo escoamento das águas pelas laterais das barragens construídas nos corixos do Mato e Tarumã. Essas barragens foram construídas pela Secretaria em 1999 e reforçadas em 2000.

Na vistoria realizada no fim do mês de agosto (27.08), para atender a solicitação do Ministério Público Federal, comarca de Santo Antônio do Leverger, os técnicos da Sema constataram uma redução da lâmina d’água de 1,60 metros para 0,04 metros, a situação mais crítica do que a ocorrida em 1999.

Para solucionar o problema de deplecção (redução drástica) no nível das águas nas baías, conforme recomendação dos técnicos, o secretário determinou que fosse realizada a limpeza nos rios Cupim e Água Branca que perderam seus leitos naturais e encontram-se cobertos por macrófitas. Esses dois rios são responsáveis por alimentar a Baía de Chacororé no período de estiagem.

Também serão recuperadas as três barragens localizadas nos corixos do Mato e Tarumã e, serão desobstruídas as bocas dos corixos que alimentam a baía.

 

 

 

 

Fonte: MARIA BARBANT Assessoria-Sema/MT











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER