13.02.2018 | 11h30


INIMIGO ÍNTIMO

Polícia prende homem que matou ex-mulher e namorado dela a tiros

O atirador tinha um filho com a vítima e não aceitava o fim do relacionamento entre os dois.



Em apoio à Delegacia Regional de Primavera do Leste, a Seção Especializada de  Defesa da Mulher da Polícia Civil de Nova Mutum prendeu na manhã de domingo (10), José Inácio da Silva, 26 anos,  pelo duplo homicídio que vitimou a ex-companheira, Aline da Silva, e Flávio Ferreira da Silva, na cidade de Primavera.  

Os crimes ocorreram no dia 22 de novembro de 2017. As vítimas foram alvejadas dentro de um veículo. A mulher morreu na hora e o atual namorado dela, Flávio Ferreira da Silva, foi socorrido e morreu quatro dias depois no Hospital de Primavera do Leste.

As investigações do inquérito policial apontavam para o ex-marido da vítima, com quem tinha um filho, e não aceitava o fim do relacionamento. Segundo a apuração, havia informações que o suspeito estaria escondido na região de Nova Mutum. A equipe de Primavera do Leste foi para a cidade para tentar prendê-lo, porém, ele não foi localizado.

A delegada regional, Alessandrah Marquez disse que  há dois meses os policiais buscavam informações do paradeiro do investigado, descobrindo que ele trabalhava em fazendas da região e o filho ficava com a irmã, que mora na cidade.

No sábado (10), os policiais receberam informação de que ele tinha vindo da fazenda e na manhã de domingo (11), teve o mandado de prisão cumprido por investigadores da Secção de Defesa da Mulher, que entrou em funcionamento no dia 2 de janeiro de 2018, após sua criação ser aprovada pelo Conselho Superior de Polícia (CSP).

Conforme a delegada, a Seção Especializada de Defesa da Mulher trabalha com uma demanda de 200 inquéritos referentes a crimes de violência doméstica e familiar e crimes de natureza sexual. Crianças e adolescentes, menores de 18 anos, independente do sexo,  também são atendidas na Seção.

Leia mais

Jovem de 22 anos é assassinada a tiros; ex-marido é o principal suspeito











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

John Doe  15.02.18 07h39
É brincadeira, esses caras tratam a mulher como se fosse lixo, não dão o básico (carinho, atenção, amor e não sabem ouvir a esposa), quando a mulher deixa o mala, aí ele quer matar todo mundo, mas não sabe dar valor quando tem. Animal imundo

Responder

0
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER