24.05.2019 | 17h00


FLAGRANTE EM CUIABÁ

Polícia prende 4 por usar salão como ponto de venda de drogas

No salão "Gata Pintada" foram apreendidas várias porções de maconha e cocaína.



Quatro pessoas que usavam um salão de beleza para comercializar drogas em Cuiabá foram presas pela Polícia Judiciária Civil, em ação realizada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), no final da tarde de quinta-feira (23). O trabalho, deflagrado para cumprimento de mandado judicial de busca e apreensão domiciliar, resultou na apreensão de drogas e dinheiro. 

Todos foram surpreendidos pelos policiais civis no salão identificado como “Gata Pintada”, no bairro Novo Terceiro. Kelaine Benedita da Costa, 30, Thaina Dias da Silva, 34, Laura Vicuna Botelho, 45 e Lúcio Mauro Amorim Pinto, 44, foram autuados em flagrante por de tráfico de drogas e associação para tráfico. Além desses crimes, Thainá responderá por receptação e Lucio por crime de moeda falsa.

A ordem judicial de busca e apreensão domiciliar foi expedida pela 13ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá, com base em investigações da DRE que levantaram indícios que o local funcionava como “boca de fumo”. Com o mandado expedido, os investigadores da DRE foram ao endereço, onde depararam com a dona do salão, Kelaine atendendo uma cliente.

No mesmo local estavam Laura Vicuna e Lúcio Mauro, abordados nos fundos do salão. Durante buscas, foi visualizado duas sacolas em cima do telhado, as quais continham várias porções de maconha e pasta base de cocaína. Também foram apreendidos no salão cerca de R$ 700 em dinheiro.

Conforme apurado, Kelaine é a pessoa responsável pelo comércio e por franquear o acesso do seu salão à venda de drogas, bem como coordenar a traficância. Na bolsa de Thainá foi encontrada porção de pasta base e uma folha de cheque em branco com registro de furto ocorrido em fevereiro. Já em poder do suspeito Lúcio foi apreendida uma cédula de R$ 100 aparentando ser falsa.

Diante do flagrante, os quatro envolvidos foram encaminhados para DRE, interrogados e autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Os conduzidos Thainá responderão por receptação e Lúcio por crime de moeda falsa.

Após a confecção dos autos, os presos foram apresentados para audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER