15.05.2019 | 11h34


MUNDO CÃO

PM resgata bebê em boca de fumo; mãe e traficantes foram presos

O bebê ficou sob responsabilidade de um conselheiro tutelar que foi solicitado. A mãe alegou que estava no local para usar drogas.



A Polícia Militar resgatou um recém-nascido de dois meses de idade em um ponto de venda de drogas, no bairro Osmar Cabral, em Cuiabá, na noite de terça-feira (14), durante ação contra o tráfico.

A mãe do bebê outras três pessoas foram presas por tráfico de drogas.

No flagrante, os policiais localizaram drogas, munições e produtos utilizados na preparação de entorpecentes.

As prisões foram feitas depois que policiais flagraram uma movimentação suspeita de dois homens em uma casa do bairro. Diante da ordem de parada, um deles tentou fugir para dentro da residência, mas os policiais o alcançaram e procederam com a revista na dupla e encontraram porções de cocaína  e dinheiro.

Nas buscas no interior da casa, os policiais localizaram um homem e a mulher com o bebê. O homem estava com três munições, sendo uma de calibre 22 e outra de calibre 9 milímetros, além produtos utilizados na preparação de drogas. A mulher afirmou que estava no local para usar drogas. Dentro da casa foram encontrados ainda um tubo plástico com pontas de cigarro de maconha e materiais utilizados na fabricação de cigarros artesanais.

Os presos e o material apreendido foram encaminhados à Central de Flagrantes.

O bebê ficou sob responsabilidade de um conselheiro tutelar que foi solicitado.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

MORADOR  15.05.19 12h07
E que dia vão passar na Rua da Vitória, Bairro Alvorada Cuiabá pra prender todos aqueles traficantes ali ? Tem gente que tem até Lava Jato próximo ao Hospital Julio Muller. Dinheiro do tráfico de drogas.

Responder

1
0

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER