19.06.2017 | 09h30


REAÇÃO FATAL

PM mata bandido que apontou arma durante abordagem em Cuiabá

De acordo com a polícia, o homem fazia uso de drogas e fugiu da abordagem policial em uma bicicleta. Quando deram a ordem de parada, ele apontou um revólver calibre 38 para um PM, que revidou.


DA REDAÇÃO

Um bandido ainda não identificado, foi morto após apontar uma arma para um policial militar durante uma abordagem, na noite de domingo (18), no bairro Jardim Leblon, em Cuiabá.

O fato aconteceu por volta das 20 horas. De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares do 3º Batalhão, foram acionados para atender uma ocorrência de “Maria da Penha”.

No entanto, ao chegarem ao local, os militares foram recebidos a pedradas por várias pessoas.

O oficial de área determinou que fosse realizada uma ação de abordagens no bairro.

Durante as revistas, um dos policiais viu um grupo fazendo o uso de drogas, próximo a um campo de futebol do bairro.

Quando os policiais foram até o local, um dos indivíduos subiu uma bicicleta e fugiu.

Os militares o perseguiram e quando o encontraram solicitou que ele parasse. No entanto, ele teria descido da bicicleta, sacado uma arma e apontado para o PM, que revidou.

O policial acertou dois tiros nas costas do criminoso, no intuito de fazer com que ele se entregasse.

Logo após os disparos, uma equipe do Serviço de Atendimento Médico Urgência (Samu), foi acionada e encaminhou o bandido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Morada do Ouro.

Ele morreu ao dar entrada na unidade de saúde.

Com ele, os policiais encontraram um revólver calibre 38 com duas munições intactas.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para identificação.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Pensador  19.06.17 10h22
Não defendo marginais, todavia, gostaria de saber como o dito cujo estaria apontando uma arma e tomou dois tiros nas costas?

Responder

7
2
JONH DOE  19.06.17 12h41
O marginal era um exímio equilibrista, além da grande flexibilidade de seu corpo. Com isso conseguia pedalar e virar seu tronco, permitindo assim apontar a arma para os policiais, como já conhecia o trajeto, não precisava olhar para a frente. Os tiros nas costas se deram por um movimento de desvio, infelizmente não consegui escapar, a arma do PM era a mesma do Coelho Ricochete. Lamentável

Responder

5
2

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER