12.01.2018 | 08h52


EM CUIABÁ

Pai morre e filho fica ferido após serem baleados dentro de casa

Quando a guarnição chegou ao local, encontrou o pai caído no chão da sala atingido por tiros na região lombar, pescoço e ombro. O filho dele estava deitado no sofá atingido com um tiro no peito.


DA REDAÇÃO

Um homem de 54 anos, identificado por Orlando Moraes de Arantes, morreu e o filho dele ficou gravemente feridos após serem atingidos por diversos disparos de arma de fogo, dentro de casa, no bairro Jardim Industriário 2, em Cuiabá, na madrugada desta sexta-feira (12).

De acordo com o boletim de ocorrência, vizinhos escutaram os tiros por volta de 1h40 e depois viram dois homens saindo da casa e correndo.

Quando a guarnição chegou ao local, encontrou o pai caído no chão da sala atingido por tiros na região lombar, pescoço e ombro.

O filho dele estava deitado no sofá atingido com um tiro no peito. Ele estava consciente, mas não conseguia falar, somente gesticular.

Ao lado do jovem estava uma arma calibre 38 com munições.

Equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local e constatou o óbito do pai e levou o filho às pressas ao Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC) em estado grave.

Agentes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foram ao local e coletaram dados do crime.

O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá para exame de necropsia e deve ser liberado nesta sexta-feira pra procedimentos fúnebres.

Equipes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local e vão investigar o caso.

Os policiais fizeram rondas na região em busca dos criminosos, mas ninguém foi encontrado.

Leia mais

Bandidos matam caseiro com golpes de barra de ferro na cabeça

Homem é assassinado com três tiros dentro de quitinete

Homem é assassinado a tiros dentro de casa; primos são suspeitos











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER