12.11.2017 | 09h40


REVOLTANTE

Morador que reagiu a assalto e matou bandido é preso por homicídio

O dono da casa que acertou o bandido com um tiro no peito, passa por audiência de custódia nesse domingo, quando a Justiça vai definir se ele vai responder em liberdade ou preso.


DA REDAÇÃO

O morador de 38 anos que reagiu a um assalto em sua casa e matou um dos bandidos, que invadiram o local, na manhã de sábado (11), em Poconé (100 km de Cuiabá), foi preso em flagrante por homicídio.

Conforme o apurou, neste domingo (12), ele foi encaminhado para audiência de custódia no Fórum de Cuiabá, onde a Justiça decide se ele vai responder pelo caso em liberdade ou ficará preso. 

O cidadão que afirma ter agido em legítima defesa tem autorização para portar arma, com a qual atirou no ladrão, um revólver calibre .38, registrado pela Policia Federal.

O disparo atingiu o peito do assaltante Patrick de Oliveira Spinard, de 19 anos, que estava armado e após ser atingido caiu na piscina da casa e morreu.

O morador foi detido, autuado em flagrante pelo homicídio, mas pode responder em liberdade, pois agiu em legítima defesa.

O caso

Dois criminosos armados invadiram a residência localizada no bairro João Godofredo, por volta de 8h da manhã deste sábado, quando o portão foi aberto por um prestador de serviço que iria limpar a piscina.

O morador disse em depoimento que estava dormindo quando ouviu a mulher dele gritando e alertando sobre a invasão dos assaltantes, que teriam feito ela e o filho do casal como reféns.

Quando os bandidos abriram a porta do quarto, onde o dono da casa estava, ele atirou contra eles e atingiu um deles no peito. Ambos tentaram fugir, mas o ferido caiu morto da piscina. O outro conseguiu escapar.

A equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e da Polícia Civil esteve no local para coletar dados e iniciar as investigações sobre o caso.

O criminoso que morreu era morador do Bairro São Mateus, em Várzea Grande. A arma que estava em posse dele foi encontrada na piscina e coletada pela Polícia Civil.

RpMT/Poconet

baleado.jpg

 Bandido morreu ao cair na piscina da casa.











(7) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Cruz  13.11.17 20h55
Por esses e outros motivos que favorecem sempre a bandidagem BOLSONARO PRESIDENTE 2018

Responder

18
1
Elizeu Pereira   13.11.17 13h56
A unica injustica neste caso foi o preconceito se atirou e matou um porque não atirou e matou o outro? Por acaso um bandido é melhor que o outro ? Os dois mereciam!

Responder

36
0
Davi  12.11.17 22h36
Muito bom que a sociedade entenda nossa Justiça, nós policiais passamos por isso constantemente. Parece injusto não é?

Responder

66
1
Cinthia leone  12.11.17 21h55
É um absurdo! Triste saber que os policiais não podem defender a população de bem. Graças esse honroso homem de bem era capacitado para se defender e colocar esses bandidos no lugar deles. Porq bandido bom é bandido morto. #portedearma#populacaodebem#defesadahumanidade.

Responder

60
1
CARLOS ALBERTO FARIA  13.11.17 09h08
retirar arma de cidadão de bem é estimular a bandidagem,Liberar principalmente para proteger sua casa.

Responder

48
1
  13.11.17 12h38
Em quanto as leis forem ao congresso pra ser mudada não adianta se armarbpara proteger sua casa aí esta um exemplo de tudo isso.

Responder

16
0
Carlos jesus  12.11.17 21h39
Leis de merda. ..Bolsonaro urgente.

Responder

60
5

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER