14.09.2015 | 16h32


EXCLUSIVO / VEJA VÍDEO

Maníaco admite que matou 50, estuprou 40 mulheres, uma criança e fez 300 roubos; veja depoimento

Na Grande Cuiabá, ele confessou os quatro estupros, sendo o primeiro de uma menina de 11 anos e destacou que roubou 25 vezes. Com a grande repercussão do caso na imprensa, o bandido acabou fugindo, no dia 9 de abril, deste ano.


DA REDAÇÃO

O maníaco Herley Nascimento Santos, de 34 anos, que virou símbolo de terror em Cuiabá, confessou ter estuprado três mulheres, e uma criança de 11 anos, além de ter executado ao menos 25 roubos, na Grande Cuiabá, em um período de três semanas.  Com a grande repercussão dos casos, na imprensa, o bandido acabou fugindo no dia 9 de abril deste ano, quando pegou um ônibus na Rodoviária da capital.

Em depoimento o bandido admitiu ter estuprado ao menos 40 mulheres nos respectivos estados por onde passou.

Cinco meses depois, ele foi preso em uma caminhonete Blazer, no Vale do Anari (RO), na última sexta-feira (11), em uma força tarefa que contou com o apoio de policiais da Delegacia de Defesa da Mulher de Várzea Grande e policiais militares e civis do Distrito Federal (DF), Amazonas (AM) e Goiás (GO). Em depoimento o bandido admitiu ter estuprado ao menos 40 mulheres nos respectivos estados por onde passou.

O #reportemt obteve com exclusividade parte do depoimento que Herley prestou em Rondônia. Na entrevista com o delegado, ele confessa ser integrante de uma quadrilha que assaltava e traficava drogas. No entanto, durante os roubos, se houvessem vítimas, mulheres, e ele percebesse uma certa ‘facilidade’, acabava as estuprando.

VINDA  À CUIABÁ

Sobre a vinda à Cuiabá, Herley explicou que roubou R$ 240 mil de um banco em Goiás e como tinha que se esconder acabou vindo para Mato Grosso. “Na capital, fiquei sossegado, mas meti as ‘paradinhas’ (assaltos) e também estuprei, mas não matei ninguém”, disse ele sem esboçar nenhum arrependimento.

Ainda no depoimento, friamente, ele confessa que já matou 30 pessoas e mandou executar outras 20. “Para matar eu tenho que ter motivo, é a lei da sobrevivência”, falou.

Herley contou que fugiu de volta para Goiânia, onde confessou ter praticado outros 30 assaltos, mas sem nenhum comparsa. No entanto, acabou tendo várias armas roubadas. Sem armamento, ele afirmou que seguiu para Brasília, Tocantins e depois, Rondônia. 

Em Jiparaná (RO), usando uma arma de brinquedo, o bandido conta que foi se consultar em uma clínica odontológica e como percebeu a falta de segurança no local acabou anunciando o roubo. Ele não achou nenhum dinheiro no caixa, por isso, acabou estuprando a recepcionista.

Esse é supostamente o  último crime praticado por Herley, já que na fuga, ele acabou detido pelos policiais.

Ainda no depoimento, friamente, ele confessa que já matou 30 pessoas e mandou executar outras 20. “Para matar eu tenho que ter motivo, é a lei da sobrevivência”, falou.

Herley disse que a quadrilha praticava 30 roubos por dia. “Não roubava nada que pudesse me rastrear, apenas ouro ou dinheiro”, confessou.

VEJA VÍDEOS 

TRANSFERÊNCIA À CAPITAL DE MT

O delegado Cláudio Alvarez, destacou que a direção da Polícia Civil de Mato Grosso, ainda deve se reunir para decidir se irá pedir a transferência do maníaco para capital de MT.

Ao , o delegado Cláudio Alvarez, destacou que a direção da Polícia Civil de Mato Grosso, ainda deve se reunir para decidir se irá pedir a transferência do maníaco para capital de MT. “Como ele tem mandados de prisão e também é foragido de um presídio de Manaus podemos enviar uma equipe para lá (Rondônia) com o intuito de interrogá-lo”, destacou.

De acordo com o delegado, ele já possui condenações pelos crimes que somam 45 anos. “Com esses novos crimes a pena dele pode ultrapassar os 200 anos de cadeia”, lembrou.

CRIANÇA ESTUPRADA

A primeira vítima de Herley foi registrada no dia 30 de março. A criança de 11 anos foi estuprada dentro do carro do bandido, em um local ermo do bairro Jardim Glória I, em Várzea Grande.

Segundo informações do 4º Batalhão da Polícia Militar, repassadas ao , a vítima contou que estava indo para escola, por volta das 11h, quando foi abordada pelo suspeito em um Fox de cor branca.

O homem perguntou à menina se ela sabia onde ficava uma "boca-de-fumo" (ponto de venda e uso de drogas), no Jardim Glória I. Ao dizer que desconhecia, o bandido sacou uma arma e a forçou entrar no veículo. Eles foram para um local afastado e a vítima foi violentada.

A garota relatou que o bandido apontou a arma para cabeça dela e a obrigou a tirar a roupa e fazer sexo oral nele.

A garota relatou que o bandido apontou a arma para cabeça dela e a obrigou a tirar a roupa e fazer sexo oral nele. Minutos depois, o suspeito roubou a mochila dela com cadernos escolares, aparelho celular e fugiu. Apavorada, a menina procurou a família, que denunciou o crime à PM.

FORAGIDO

Herley foi preso em agosto de 2012, mas conseguiu fugir da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), zona leste de Manaus, no fim de dezembro, do mesmo ano. Na cidade, ele invadia a casa das vítimas, as amarravam e cometia os estupros.

LEIA MAIS AQUI

Polícia apreende carro de bandido que estuprou 30 mulheres; maníaco continua solto

Garota de 11 anos é estuprada em VG; suspeito já violentou 23 mulheres











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

GESTÃO

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora?

Excelente: MT foi destruído por governos anteriores

Bom: Está enfrentando problemss que ninguém quis enfrentar

Ruim: Não faz reformas de verdade e culpa o servidor

Péssimo: Vai conseguir ser pior que Silval e Taques

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER