12.10.2018 | 09h00


OPERAÇÃO "RED MONEY"

Justiça indicia 113 pessoas ligadas ao Comando Vermelho; grupo movimentou R$ 52 milhões

O inquérito, que policial faz parte da Operação "Red Money", foi concluído e encaminhado à Justiça na tarde de quinta-feira (11).



A Polícia Civil indiciou 113 pessoas envolvidas com a facção criminosa Comando Vermelho e investigadas na Operação "Red Money", realizada em agosto deste ano, sob a coordenação da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e da Diretoria de Inteligência. O inquérito policial foi concluído e encaminhado à Justiça na tarde de quinta-feira (11). 

Para conclusão da investigação foram produzidos diversos relatórios, perícias de documentos diversos arrecadados na investigação, juntados aos autos do inquérito que tem 30 volumes com cerca de 6000 páginas, entre os autos principais e apensos. Somente o relatório final tem 388 páginas. Junto ao inquérito segue também ao Fórum de Cuiabá produtos apreendidos, como joias que foram apreendidas.

Os criminosos investigados na operação eram responsáveis pela arrecadação financeira e movimentação de valores pertencentes à facção criminosa. A movimentação financeira da organização criminosa, no período de um ano e meio, chegou a cerca de R$ 52 milhões, entre entradas e saídas nas contas bancárias verificadas.

A primeira fase da operação foi deflagrada no dia 8 de agosto deste ano e a segunda fase, complementar a investigação, foi executada em 1º de outubro de 2018. Durante a investigação foram expedidos 110 mandados de prisão preventiva, sequestro de 23 imóveis, incluindo uma fazenda no município de Salto do Céu, apreensão de cerca de R$ 60 mil, em joias, bloqueio e sequestro de valores em contas bancárias, além de apreensão de dinheiro em espécie, atingindo a aproximadamente R$ 730 mil.

Do patrimônio sequestrado e apreendido, estão à disposição da Justiça 21 automóveis, 18 motocicletas, cinco caminhões e um semi-reboque, além de seis empresas interditadas que  tiveram sua atividade econômica suspensa perante os órgãos competentes.

 

Leia mais: 

Facção movimentou R$ 52 milhões em um ano em Mato Grosso 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

O Governo de Mauro Mendes vai ser melhor ou pior que o de Pedro Taques?

Será melhor

Será pior

Será igual

Não sei

  • Parcial Votar

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER